Curso Raspberry Pi – #6 – Instalação / Comunicação Através da Rede

Atrás do nosso curso aprendeu duas maneiras de instalar o sistema Raspberry. Começamos com um método que requer um monitor. De seguida, instalamos o RaspBian usando o adaptador USB <> UART.

Chegou a hora da conectividade de rede (LAN / WLAN). Este é de longe o método mais popular.

 

 

Para começar, precisamos preparar um cartão SD com a imagem do sistema. O procedimento de preparação já foi discutido nas partes anteriores do curso. Antes de prosseguir, verifique se tem um cartão pré-instalado com o sistema “novo”. Escolhemos a versão completa (será útil noutras partes do curso) – é claro que a versão pode ser mais nova que a abaixo.

Ativação SSH – consentimento para acesso remoto ao Raspberry Pi

Para comunicação através da rede, usaremos SSH ( Secure SHell ), é um padrão de protocolos que permite estabelecer uma conexão remota com outro computador.

Por padrão, o trabalho remoto está no Raspberry Pi desativado por segurança. O nome de usuário (pi) inicial e a senha ( raspberry ) são geralmente conhecidos, portanto, essa configuração seria vulnerável a ataques de hackers. Agora vamos habilitar o acesso remoto, conectar com o Raspberry e rapidamente definir uma nova senha. Graças a isso, a nossa placa estará segura agora.

O cartão SD com o sistema Raspbian gravado é dividido em duas partes. O primeiro é compatível com o Windows e contém arquivos que inicializam o sistema. O segundo, requer suporte para o sistema de arquivos ext4, armazena os arquivos visíveis através do Raspberry Pi durante a operação normal.

Essa visão já é conhecida do artigo anterior:

Para ativar o acesso através da UART, foi necessário adicionar uma linha ao arquivo de configurações. Desta vez, devemos agir de forma diferente. Para permitir o acesso remoto ao Raspberry Pi, é necessário criar um arquivo vazio chamado ssh.

Neste ponto, para evitar mais problemas, garantimos que nosso sistema mostre a extensão de todos os arquivos. Digite as opções (em qualquer pasta) Exibir>Opções:

Em seguida, desmarcamos (desabilitamos) a opção “Ocultar as extensões dos arquivos conhecidos” e confirmamos a alteração das configurações. Esta deve ser semelhante à seguinte captura de ecrã:

Agora podemos criar um arquivo ssh vazio. No cartão SD (boot), clique com o botão direito e selecione Novo>Documento de texto. O arquivo é chamado ssh (precisamos remover a extensão txt que foi adicionada automaticamente).

Cuidado! O novo arquivo não pode ter nenhuma extensão!
Bom: “ssh” Mau: “ssh.txt”

Sem alterar as configurações de visualização de pastas desse nível, não poderíamos descartar a extensão do arquivo txt, pois o sistema sempre as adicionaria automaticamente.

O cartão preparado desta forma é colocado no Raspberry, mas ainda não ligamos o RPi! Antes de ligar o Raspberry, vale a pena saber que a conexão de rede pode ser implementada de 3 maneiras:

  1. conexão usando uma rede local com fio,
  2. conexão usando uma rede local sem fio,
  3. PC <> Conexão direta RPi via cabo Ethernet.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *