O que é o STEAM

STEAM – ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemática

STEAM – ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemática – é uma tendência em expansão mundial nos primeiros anos da Educação Infantil e tem um significado mais amplo e um propósito além do ensino das cinco áreas de conhecimento. Falamos da importância de STEAM na Educação Infantil, apresentamos os seus benefícios e damos dicas para usar esta metodologia.

O que é importante quando se ensina o STEAM aos alunos da Educação Infantil?

Muitos educadores enfatizam eixos curriculares que inspiram a criatividade e o pensamento crítico das crianças. A metodologia STEAM oferece muitas oportunidades para a exploração e desenvolvimento de habilidades com atividades interdisciplinares.

A aprendizagem STEAM com recursos práticos permite que as crianças explorem, construam e compartilhem a compreensão do mundo ao seu redor, enquanto o aspecto divertido de tais recursos faz com que se mantenham constantemente motivados para continuar a aprender, dentro e fora da sala de aula.

Os professores também mostram um desejo para que as crianças criem as suas próprias pesquisas e experimentos, afinal elas adoram os materiais tipo ‘’faça você mesmo’’ para criar suas próprias invenções.

Os educadores sabem a importância da aprendizagem sobre o processo e aplicação das habilidades fundamentais nos dias de hoje, e não apenas para a aquisição de conhecimento e produção de um resultado. O desenvolvimento de habilidades como a comunicação, a colaboração e o pensamento criativo são igualmente essenciais para as crianças.

Os professores já estão familiarizados com estes tipos de atividades, especialmente nos cenários dos primeiros anos da Educação Infantil, mesmo que eles não as classifiquem explicitamente como “STEAM”.

Em muitos aspectos, o termo STEAM ajuda a representar a combinação eclética de competências e conhecimentos sob um mesmo signo. Os recursos práticos utilizados na sala de aula com a denominação STEAM devem ser capazes de promover um vasto leque de competências, permitindo que o professor trate de muitas disciplinas diferentes enquanto enfatiza uma área do currículo, conforme a necessidade. Estes recursos são flexíveis e adaptáveis, o que também faz com que se constituam uma vantagem a longo prazo.

O conceito de STEAM permite uma aprendizagem diversificada e enriquecedora e capacita o professor com a percepção de que todas as áreas do currículo podem ser combinadas. Recursos práticos e lúdicos incentivam a motivação tanto do professor quanto do aluno através de todo o processo, e tornam o ensino e a aprendizagem atividades divertidas e gratificantes.

Quando as estratégias de ensino com base em pesquisas sobre como as crianças pensam e aprendem são combinadas com a abordagem criativa de STEAM nas salas de aula de Educação Infantil, os benefícios – óbvios – do ensino de currículos interdisciplinares tornam-se evidentes. Sendo os três pontos mais relevantes para a aprendizagem de STEAM os seguintes:

  • Ser flexível no que diz respeito à engenharia pedagógica e promover a inovação;
  • Explorar a natureza da criatividade e aplicá-la para ajudar a transferir conhecimentos e habilidades;
  • Compreender a natureza da aprendizagem de artes e a forma como esta pode ajudar na compreensão e retenção de conhecimento em STEM.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *